Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



2010 » 09 ABRIL / ASSOCIAÇÃO ARTE À PARTE - COIMBRA
/ 22h00
La la la ressonance no MERCADO QUEBRA-COSTAS: NOVAS PAISAGENS SONORAS 2010.
"Depois da estreia com Palisade, em 2006, os la la la ressonance regressam aos discos com Outdoor, edição numerada e limitada a 500 exemplares. Persistem na ironia de um discurso experimental devedor do jazz em rota de colisão com a construção cirúrgica de rendilhador pop, instrumental e abstracto, preservando as arestas perigosas, destroços deste embate. Gravado entre 2008 e 2009, Outdoor conta com a participação dos Quad Quartet, interpretando trechos escritos pela banda, introduzindo a gravidade de um quarteto de sopros, em encontro cego com a matéria prima resultante do longo processo de composição. Com distribuição da Compact Records, Outdoor é embalado em digipack certificado, integralmente construído em material reciclado e biodegradável." - P.R.


www.lalalaressonance.com
www.myspace.com/lalalaressonance
www.mercadoquebracostas.com
www.arteaparte.pt

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


2010 » 20 MARÇO / TERTÚLIA CASTELENSE - MAIA
/ 23h00
Depois do concerto no Centro Cultural Vila Flor em Guimarães, os La la la ressonance seguem na apresentação do mais recente álbum “Outdoor”.
 

www.lalalaressonance.com
www.myspace.com/lalalaressonance
www.tertuliacastelense.com

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


2009 »
08 DEZEMBRO / TEATRO ABERTO - LISBOA / 21h30
O songwriter Noiserv e a banda La la la ressonance, de novo em concerto.
"Há encontros que, por falta de tempo, pouco mais são do que um “Olá e adeus… até breve!!” e são estes que por vezes nos sabem tão a pouco! No próximo dia 8 de Dezembro, num feriado já com aroma a fim-de-ano, pelas 22h, na Sala Azul do Teatro Aberto, teremos a oportunidade e tempo de ouvir muito mais do que um “Até já!” do Noiserv e um “Olá Lisboa!” dos La La La Ressonance.
É uma noite que se quer de muita música, magia e emoção. O ambiente minimal e azul da bela sala do Teatro Aberto torna-se, assim, perfeito para encerrar com chave de ouro a extensissima Tour “One Hundred Miles from Thoughlessness” de Noiserv. Uma tour que percorreu inúmeros palcos nacionais, desde bares, festivais e salas míticas como a Aula Magna e os Coliseus, até fazer o que muito poucos músicos nacionais se atrevem a fazer: pôr uma mochila e instrumentos às costas e rodar circuitos europeus importantes, como o Reino Unido e a Europa Central, experimentando novas culturas e novos públicos. David Santos aka Noiserv demonstrou a universalidade da sua música ao vender e esgotar o seu primeiro trabalho “One Hundred Miles from Thoughlessness” por duas vezes, provando também que a venda de discos depende do espírito emotivo que se consegue imprimir no público que assiste. Noiserv despede-se, assim, desta longa Tour, na sua cidade, Lisboa, retirando-se para o seu canto criativo com sabor a dever cumprido. 2010 vai ser um ano de composição e raras vão ser as apresentações ao vivo, por isso esta vai ser a sua última oportunidade em Lisboa de ver o “Version 3.5”. Relembro que este espectáculo é acompanhado à pen digital da magnifica ilustradora Diana Mascarenhas.
Por outro lado e na mesma noite, teremos os nortenhos La La La Ressonance que se estreiam num ambiente de grande ansiedade do público lisboeta que os tem vindo a acompanhar. Quem não se lembra dos Astonishing Urbana Fall? Pois, são, agora, os La La La Ressonance. O grupo desce a Lisboa para apresentar-nos o ultimo e mais recente trabalho “Outdoor”. Este disco espelha uma pop cinematográfica e experimental e mostra-nos porque os La La La Ressonance são um dos grupos mais respeitados da actualidade. Toda a crítica tem vindo a ser magnanime na boa opinião acerca do percurso tomado pelos La La La Ressonance e todos esperamos, assim, por um concerto repleto de sonoridades complexas e muito melodiosas. Abre-se, então, um longo caminho ao grupo nortenho para esta Tour “Outdoor” que vai por certo passar em variadissimas cidades, mas Lisboa é sempre Lisboa e esta cidade encontra-se mais que disponivel para os receber, sendo que não é, nem nunca foi, uma banda que se apresentasse ao vivo com regularidade. Para adocicar ainda mais esta actuação dos La La La Ressonance no Teatro Aberto estarão os Quad Quartet, um colectivo de sopros oriundo de Aveiro, que os acompanhará nesta incursão pela ambiência sonora de “Outdoor”.
- P.R. / Teatro Aberto

 

www.lalalaressonance.com
www.myspace.com/lalalaressonance
www.myspace.com/noiserv 
www.teatroaberto.com
 

Autoria e outros dados (tags, etc)


2009 »
28 NOVEMBRO / CINEMA PASSOS MANUEL / PORTO / 22h00

Concerto incluído no Alta Baixa.

 

LA LA LA RESSONANCE
Formada em 2005, a banda deriva directamente e sem alterações no elenco dos The Astonishing Urbana Fall (TAUF). Nas palavras de valter hugo mãe, “Poucos terão sido os projectos portugueses que elevaram as expectativas do seu público tanto quanto os TAUF. Pelos concertos inesquecíveis (durante muito tempo dados como eventos irrepetíveis, de encenação única), e pela estreia em disco com o ep Acetaminophen, esta banda marcou um tempo do nosso rock/pop criando um consenso de rara admiração e extensa legião de fiéis. A maturidade trouxe um novo irónico nome, La la la ressonance (Lllr). Os Lllr relativizam a experimentação, a improvisação e a transdisciplinaridade – pilares do ideário dos TAUF. Um projecto pode, paradoxalmente, ser entendido como o negativo do outro. No privilégio da estrutura, no carácter afirmativo e experimental, nas longas cavalgadas hipnóticas e improvisadas dos TAUF, encaixam o formalismo, a abstracção e a ironia dos Lllr, feitos de trechos/fragmentos de laconismo pop.”
Os TAUF findam após dez anos de uma carreira orientada para a performance, sem editar um longa duração. Os Lllr nascem com o seu primeiro álbum Palisade (2006), trabalho assente na liberdade formal em que sempre acreditaram. Instrumental, ambiental, jazzístico, carismático. Palisade foi apelidado de “brilhante no seu despojamento”.

 

NOISERV
David Santos dá forma a Noiserv quando em 2005 grava uma demo de 3 músicas para participar no Termómetro Unplugged desse ano. A sua música foi escolhida e David participou na eliminatória do Porto, no Contagiarte, e apesar de não ter sido seleccionado para a final acabou por servir de entusiasmo para prosseguir o caminho. Mais tarde em Julho do mesmo ano acaba por editar essa mesmo demo em formato EP On Line na Merzbau. Desde então tem corrido meio país, tocado para diferentes plateias em diferentes circunstâncias sempre aperfeiçoando o seu processo e métodos criativos. Aos poucos surgem novos temas e novas ideias que foram sendo aperfeiçoadas ao cabo de 2 anos até que em 2007 começa a trabalhar em "One Hundred Miles From Thoughtlessness". O disco de estreia é lançado em Outubro de 2008, em edição de autor com apoio da Merzbau.

 

www.lalalaressonance.com
www.myspace.com/lalalaressonance
www.myspace.com/noiserv 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

 


2009 » 31 OUTUBRO / THEATRO BAR - TOMAR
/ 23h30
Mais um concerto da banda inserido na tour de apresentação do álbum "Outdoor".
"Outdoor é um disco que nasce clássico, feito para os melómanos mais exigentes, capaz de sobreviver ao embate cada vez mais violento com a abundância da música dos nossos dias. Outdoor está para lá do tempo, é o que quero dizer, porque não corresponde senão ao seu momento próprio, extrapolando ondas e tendências e encontrando indubitavelmente um colectivo de músicos que procuraram obstinadamente um resultado difícil, o mais difícil, aquele que já é feito da sua própria verdade." - P.R. / valter hugo mãe

 

www.lalalaressonance.com
www.myspace.com/lalalaressonance
www.theatro.uffportugal.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)


2009 » 22 OUTUBRO / BIBLIOTECA MUNICIPAL - BARCELOS
/ 22h00
A banda em apresentação do mais recente álbum "Outdoor", desta vez de regresso à cidade natal.
"Para quem conheceu de perto The Astonishing Urbana Fall, a lenta metamorfose que deu origem a La La La Ressonance poderia ser apenas um dos muitos processos enigmáticos de criação de corpos sonoros que os primeiros nos habituaram. Mas, tal acto incomum, fez-se numa identidade tão profunda que pouco ou nada aproxima lllr de TAUF. Operado o corte sintético com 'Palisade' (2006), a cicatriz absoluta apresenta-se, agora, com 'Outdoor' (2009). Continuam jazzísticos, instrumentais, cinematográficos, abstractos. Mas os arranjos para os metais dos Baba Quartet e a energia solta das guitarras dão-lhes, sem dúvida, uma ambiência de nova genética rock." - Subscuta

 

www.lalalaressonance.com
www.myspace.com/lalalaressonance
www.subscuta.blogspot.com

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


2009 » 17 OUTUBRO / AUDITÓRIO CDGO - PORTO
/ 17h30
Os La la la ressonance seguem na tour de apresentação do seu novo álbum “Outdoor”, passando agora pelo Auditório da Cdgo (Jo-Jo's Music), na Rua da Cedofeita, no Porto.

A Cdgo.com apresenta em exclusivo uma compilação digital com temas dos artistas que irão passar no Auditório. São de download gratuito e disponibilizados por um período limitado. Todos os showcases têm entrada livre.

 

Compilação Cdgo - download

Comprar CD - Jo-Jo's / Cdgo

 

www.lalalaressonance.com
www.myspace.com/lalalaressonance
www.cdgo.com

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

LA LA LA RESSONANCE
'Outdoor'


HSCD005 »
LA LA LA RESSONANCE - Outdoor
Depois da estreia em disco com "Palisade", os La La La Ressonance, projecto derivado de uma das bandas mais entusiasmantes de sempre - os The Astonishing Urbana Fall - regressam aos discos com "Outdoor". Gravado entre 2008 e 2009 conta com a participação dos Quad Quartet, interpretando trechos escritos pela banda, introduzindo a gravidade de um quarteto de sopros, num encontro cego com a matéria-prima resultante do longo processo de composição. Persistem na ironia de um discurso experimental devedor do jazz em rota de colisão com a construção cirúrgica de rendilhados pop, instrumental e abstracto.
O disco, cujo lançamento oficial é o dia de hoje (12/10/2009), conta com o apoio da Honeysound e tem distribuição da Compact Records.
(…) São doze trechos de uma composição diria já virtuosa, embora sempre preferindo a subtileza e a graciosidade, trechos esses elevados discretamente de uma condição pop ou rock, ou pós-rock, e encontrando a criatividade do jazz com apontamentos de uma erudição que pode levá-los a ombrear com nomes sérios da música contemporânea. Parece que a ECM encontra a Tzadik, resultando numa identidade que eu apontaria por uma agradabilidade ímpar, ainda devedora, por exemplo, do lado mais cool das prestações dos Sonic Youth nos seus discos de resistência editados com o selo SYR.
Outdoor é um disco que nasce clássico, feito para os melómanos mais exigentes, capaz de sobreviver ao embate cada vez mais violento com a abundância da música dos nossos dias. Outdoor está para lá do tempo, é o que quero dizer, porque não corresponde senão ao seu momento próprio, extrapolando ondas e tendências e encontrando indubitavelmente um colectivo de músicos que procuraram obstinadamente um resultado difícil, o mais difícil, aquele que já é feito da sua própria verdade. Eu tive sempre a maior das expectativas em relação a este colectivo de músicos, mas sempre as coloquei no insondável dos seus caminhos, porque me habituei a não adivinhar o que fariam a seguir, e agora, pela primeira vez, talvez tenha percebido que o caminho foi exactamente para aqui chegar. Esta é a definição mais imediata do meu sentimento de satisfação e respeito por este disco, o de quem percebe que estes músicos deambularam para aqui chegarem, a esta completude que, uma vez criada, faz falta e tem de ocupar o seu lugar nas discografias mais exigentes de quem está vivo. Ouçam “Victoria Station”, na primeira e na segunda versão (mesmo que dominem mal as saudades de Londres, como eu), e percebam como um mundo infinito de coisas são ali juntas, num dos temas mais coloridos e preciosos que a música recente inventou. Confiram a erudição, a contenção, a graciosidade, a profunda alegria que o som pode conter. Impossível perder isto. É impossível perder isto.
" - valter hugo mãe.

www.lalalaressonance.com
www.myspace.com/lalalaressonance
www.honeysound.com

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

LA LA LA RESSONANCE
'Gardening Tools'
ELECTRIC WILLOW
'Blunders'


HSPR022 »
LA LA LA RESSONANCE - Gardening Tools
HSPR023 » ELECTRIC WILLOW - Blunders
A partir de hoje, 8 de Outubro, estão disponíveis no site da Honeysound, para download integral e gratuito. Estes dois singles servem de apresentação aos novos álbuns destas duas bandas, ambos a ser editados este mês: os La la la ressonance irão editar o segundo álbum “Outdoor”, a ser apresentado ao vivo no Theatro Circo já no próximo dia 9 de Outubro; os Electric Willow têm o dia 19 como data oficial de lançamento do seu terceiro disco “Majestic Lies”.

www.honeysound.com
www.myspace.com/electricwillowband
www.myspace.com/lalalaressonance

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 


2009 » 09 OUTUBRO / THEATRO CIRCO - BRAGA
/ 22h00
Depois de “Palisade” (2006), os La la la ressonance regressam com “Outdoor”.
Gravado entre 2008 e 2009, este disco conta com a participação especial do quarteto de saxofones Quad Quartet e tem data de lançamento marcada para 12 de Outubro. O grupo apresenta-se ao vivo esta 6ª feira no Theatro Circo em full-set (10 músicos) num concerto que marcará a abertura de um novo ciclo de performances.

 

www.lalalaressonance.com
www.myspace.com/lalalaressonance
www.theatrocirco.com

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



2009 » 09 JULHO / FESTIVAL DE CURTAS - VILA DO CONDE / 23h50
Os La la la ressonance interpretam ao vivo a banda-sonora que criaram para a curta-metragem 'Le Voyage Dans La Lune', um filme do francês Georges Méliès, de 1902.
"Formados em 2005 a partir dos The Astonishing Urbana Fall, sem alterações no elenco inicial e herdeiros dos processos de experimentação, a improvisação e a transdisciplinaridade dos TAUF, os La la la ressonance mantêm a matriz post-rock e encaixam simultaneamente o formalismo, a abstracção e a ironia feitos de trechos/ fragmentos de laconismo." - P.R. / Lllr

www.lalalaressonance.com
www.myspace.com/lalalaressonance

 

Autoria e outros dados (tags, etc)