Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Os Indignu apresentam ao vivo "Ophelia".
"Em plena noite de bruxas, nasceu Ophelia. Veio ensanguentada, parecendo que antes de nascer já teria passado por todos os tumultos de outro mundo, mas é enigmático o aroma a alfazema que traz. Foi um parto duro, difícil, sofrido… Foram muitas as barreiras, é certo e ainda ninguém sabe como foi possível tanta perseverança, sacrífico e paciência. Talvez seja o que aconteça quando se dá tudo o que se tem e se inventa o que parecia não existir. Nasceu o terceiro filho de indignu [lat.] e a alegria é redobrada e amplificada a cada rotação do vinil. Ophelia é uma mulher com duas faces, dois rostos, dois carácteres. Bipolar em todos os sentidos, recusa comparações com o disco anterior. Ophelia é como que se de um lado “A/Norte/Este”fosse delicada, planante, emocional, impregnada de cenários sensoriais, clássicos, contemplativos. E do outro lado “B/Sul/Oeste”, agitada, desconcertante, negra, numa viagem sofrida e excêntrica." - PR
 
27 de Janeiro / Teatro Diogo Bernardes / Ponte de Lima
09 de Fevereiro / Gretua / Aveiro


www.facebook.com/indignu
www.indignu.bandcamp.com

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

http://7.fotos.web.sapo.io/i/o0a08da7d/19554554_CvQ2E.jpeg

+ Teatro Diogo Bernardes + Música
Bilhetes à venda no Teatro Diogo Bernardes - 2,00€
Maiores de 6 anos. Os bilhetes encontram-se à venda no Teatro Diogo Bernardes e todas as informações podem ser obtidas pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt

Em palco:
Filipe Miranda - voz, guitarras, percussão
Tiago Rosendo - guitarra, percussão
João Coutada - baixo, teclas
Pedro Oliveira - bateria, percussão
 
www.thepartisanseed.net
www.facebook.com/teatro.diogo.bernardes
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

2015 » 17 JANEIRO / TEATRO DIOGO BERNARDES - PONTE DE LIMA
Os Indignu na sua ODYSSEA em Ponte de Lima, partilhando o palco com Grutera.

GRUTERA
"Grutera é o alter-ego de Guilherme Efe, guitarrista nascido na Nazaré. Em 2013 estreou-se nas edições discográficas com ‘Palavras Gastas’ e rapidamente criou burburinho na imprensa nacional devido à sua abordagem à guitarra. Um ano depois e após apresentar-se de Norte a Sul do país, Grutera está de regresso com novo disco, o segundo na sua curta mas já preenchida carreira. ‘O Passado Volta Sempre’ foi gravado no mosteiro de Santa Maria de Cós, em Alcobaça, um edifício datado do séc. XIII, revestido a azulejo e com uma reverberação natural estonteante. ‘O Passado Volta Sempre’ é lançado a 15 de Abril numa edição em parceria com a promotora Covilhete na Mão."

INDIGNU
"A sonoridade de Indignu não pode fugir ao selo pós-rock, mas fá-lo longe dos estereótipos de género habituais e do mainstream rock alternativo. O som instrumental, pode reportá-los para um dissimulado pós-grunge e os momentos acústicos, manchados de veneração ao simples e ao natural, trazem algum alívio e ecletismo ao ouvido. Melodias e distorções emocionais contrastantes são a principal característica do estilo da banda. A sua própria visão de crescendos catárticos apresenta um som extremamente sujo e corajoso. Contam até à data com dois longa-duração. Fetus in Fetu sai em 2010 e é Edição de autor. Teve a participação de Nuno Rancho (Kyoto) e Valter Hugo Mãe (escritor). Abril de 2013 traz-nos o estreante na Honeysound 'Odyssea', um audio-livro ilustrado pelo artista plástico Mário Vitória. "Capítulo I - Onde as nuvens se cruzam" é o avanço registado num videoclip realizado por Daniel Mota."

Os bilhetes encontram-se à venda no Teatro Diogo Bernardes e todas as informações podem ser obtidas pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt

www.indignu.bandcamp.com
www.facebook.com/indignu
www.facebook.com/grutera1

www.facebook.com/teatro.diogo.bernardes

Autoria e outros dados (tags, etc)