Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



2013 » 26 OUTUBRO / TEATRO DE VILA REAL
Os Indignu na estrada com "Odyssea".
"Uma odisseia construída por 5 capítulos, prólogo e epílogo, de orquestração clássica com insinuações rock e shoegaze que alimentam um desesperado sentimento escapista de proporções épicas e emotivas que só reconheço nas longínquas paisagens glaciares e desoladoras da Islândia dos Sigur Rós. Um disco altamente recomendad." - Punch magazine

www.indignu.bandcamp.com

www.teatrodevilareal.com
www.facebook.com/covilhetenamao
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

 
2011 »
24 MARÇO / TEATRO (CAFÉ-CONCERTO) - VILA REAL / 22h00

2011 » 25 MARÇO / ARTE À PARTE - COIMBRA / 22h00

2011 » 26 MARÇO / FNAC - COIMBRA / 17h00

2011 » 26 MARÇO / PALCO Z - PRAIA DA TOCHA / 22h30

Electric Willow nos palcos.
"A banda de Cláudio Mateus (voz e guitarra), Adílio Sousa (baixo) e Pedro Geraldo (bateria) vai-se afirmando como um dos projectos nacionais de expressão anglo-saxónica mais interessantes." - PR

Sobre o último disco da banda, "Majestic Lies":

"Da Figueira da Foz chega-nos mais um excelente álbum de originais dos Electric Willow. 'Majestic Lies' não esconde a vontade da banda em querer mostrar ao público a sua excelência para as canções bem cantadas e cheias de um know-how musical fora de série. Os momentos sonoros encantam-se de uma profundidade serena. Além de provocar vibrações sentimentais, acrescenta um novo tónico à vida: a sensação de leveza embalada no encanto das melodias simples. São temas imperativos e deliciosos, mesmo para aqueles ouvidos situados fora do contexto histórico da música destas últimas décadas, e não deixam de provocar a memória dos velhos tempos. As músicas são de uma paixão natural e de cristal, sem poeira, sem ciúme, sem conveniências, discretas nos arranjos, fatais na intenção, concretas na palavra, sonhadoras na vibração. A singular e misteriosa voz de Cláudio Mateus, sempre tão autêntica na sua leveza e incessante até no silêncio, vai alternando com insinuações de guitarra melífluas e ritmos de baixo e bateria aveludados. 'Majestic Lies' não é mais do que um álbum de música da banda, contudo, pretende ser um elemento perene na nossa consciência cultural." - JJ Novo

 

www.myspace.com/electricwillowband
www.teatrodevilareal.com
www.fnac.pt
www.arteaparte.pt

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



2010 » 29 ABRIL / TEATRO DE VILA REAL (CC) - VILA REAL
/ 23h00
2010 » 01 MAIO / THEATRO BAR - TOMAR / 23h30
Esta semana The Partisan Seed inicia uma pequena tour.  Filipe Miranda apresentar-se-á  na companhia de Nuno Fernandes (guitarras, bandolim) e Pedro Oliveira (percussão, melódica), como tem sido habitual nos últimos concertos do projecto.
Outras datas já confirmadas: 07 de Maio (Coimbra) e 04 de Junho (Portalegre).

CLAY FOR THE WORKING HANDS
Este disco é uma dupla reedição num formato não convencional. Consiste num CD de edição limitada especial em MP3, onde estão integralmente incluídos ambos os anteriores discos de The Partisan Seed editados pela Transporte: "Visions Of Solitary Branches" (2006) e "Indian Summer (2008).  Há também um EP como bónus: três versões ao vivo e um tema inédito, um live studio de Filipe Miranda a solo para o Ciclo Voz e Guitarra  (2009) da rádio Antena 3.
A obra, que é editada oficialmente no dia 1 de Maio pela Honeysound, tem design da Sment  e fotografia de Ronaldo Fonseca. Chegará às lojas em Maio pela mão da Compact Records. Por agora, apenas estará disponível nos concertos, através do nosso e-mail ou pela Sment Records.

www.thepartisanseed.net
www.myspace.com/thepartisanseed
www.teatrodevilareal.com
www.theatro.uffportugal.pt

www.honeysound.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

2010 » 07 JANEIRO / TEATRO (CAFÉ-CONCERTO) - VILA REAL » CANCELADO!
O concerto teve de ser cancelado por motivos de força maior. Está em vista uma nova data que será agendada e anunciada brevemente.
 

www.thepartisanseed.net
www.myspace.com/thepartisanseed
www.teatrodevilareal.com

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


2010 » 07 JANEIRO / TEATRO (CAFÉ-CONCERTO) - VILA REAL
/ 23h00
Neste seu primeiro concerto do ano, Filipe Miranda (voz, guitarra, piano) contará com a participação de Nuno Fernandes (guitarras, bandolim). Um concerto íntimo, com entrada livre.
"Uma base acústica que por vezes nos remete para a folk mais melancólica, mas cujos contornos e silhuetas nos trazem aromas exóticos, com influências do mediterrâneo. Liricamente rico, Filipe Miranda inspira-se na Literatura, nos sonhos, na religião, na dura realidade que o rodeia. É um disco de canções simples e, recorrendo às próprias palavras de Filipe Miranda, 'abrigam mensagens subtis, como se fossem palavras de uma espécie de muezzin que reza muito baixinho'. Uma subtileza encantantória que nos pede a atenção e o silêncio. Os deuses cantam pouco (if you know the gods who made all the laws / ask them to sing a little bit more, em 'Sound, we make sound'). mas ainda restam os anjos." - R.U.M.

www.thepartisanseed.net
www.myspace.com/thepartisanseed
www.teatrodevilareal.com

 

Autoria e outros dados (tags, etc)