Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Viagem Interior é o primeiro álbum do Homem em Catarse.
Nele, ouvimos o reflexo da beleza da Natureza, dos locais e das gentes do interior de Portugal assim como sentimos toda a força que emana do seu isolamento forçado. Viagem Interior é um documento único para compreendermos uma parte do nosso Portugal.
Mas a aventura do Barcelense Afonso Dorido, também conhecido como Homem em Catarse, começou há uns anos atrás quando decidiu enfrentar as estradas e caminhos de Portugal munido da sua guitarra e da sua voz e colocar em música toda a beleza do nosso país dando a conhecer ao seu público pedaços de estórias e lugares que passam mais despercebidos.
Homem em Catarse EP de 2014, Mergulho no Cávado (single que faz parte dos Novos Talentos Fnac) e Guarda-Rios de 2015 editados pela Honeysound completam a discografia que chega agora à apoteose de um primeiro álbum, Viagem Interior.

www.homememcatarse.bandcamp.com
www.honeysound.com
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

http://9.fotos.web.sapo.io/i/o57015812/20018444_HUrtK.jpeg

Os Indignu na estrada com "Ophelia".

25 Maio / Centro de Congressos / Caldas da Rainha
26 Maio / Sabotage Club / Lisboa
 
"Em plena noite de bruxas, nasceu Ophelia. Veio ensanguentada, parecendo que antes de nascer já teria passado por todos os tumultos de outro mundo, mas é enigmático o aroma a alfazema que traz. Foi um parto duro, difícil, sofrido… Foram muitas as barreiras, é certo e ainda ninguém sabe como foi possível tanta perseverança, sacrífico e paciência. Talvez seja o que aconteça quando se dá tudo o que se tem e se inventa o que parecia não existir. Nasceu o terceiro filho de indignu [lat.] e a alegria é redobrada e amplificada a cada rotação do vinil. Ophelia é uma mulher com duas faces, dois rostos, dois carácteres. Bipolar em todos os sentidos, recusa comparações com o disco anterior. Ophelia é como que se de um lado “A/Norte/Este”fosse delicada, planante, emocional, impregnada de cenários sensoriais, clássicos, contemplativos. E do outro lado “B/Sul/Oeste”, agitada, desconcertante, negra, numa viagem sofrida e excêntrica." - PR


www.facebook.com/indignu
www.indignu.bandcamp.com
 

Autoria e outros dados (tags, etc)