Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


"Afonso Dorido, homem do Norte, de género ind(i)efinido, brinda-nos com poesia embrulhada em dedilhados atmosféricos. Iniciou esta caminhada musical há sensivelmente 13 anos, numa banda punk. Seguiram-se-lhe outros projectos, sendo o de maior relevância o projecto INDIGNU, do qual é membro activo e o qual lhe deu maior visibilidade. Em 2013, sentiu necessidade de "exorcizar fantasmas". Dessa catarse, nasce o homem. Neste "Guarda-Rios", trabalho inocente e honesto a solo, deixamo-nos levar por cada nota, como no enrolar de uma onda, para acabarmos a boiar num mar de desassossego."
 
Evento no Facebook > ver mais
 
www.facebook.com/homememcatarse
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Disponbilizamos em conjunto com a Nädja uma edição especial em formato CD-mp3 (à semelhança de 'Clay For The Working Hands', 2010) com os últimos álbuns de The Partisan Seed já esgotados: 'SpiritWalking', 'Angels On The Boardwalk' e "Film". Tem como título '...And We're Finally Here'. A fotografia da capa é da autoria de Patrícia Pinto. O CD está apenas disponível em concertos ou através do Bandcamp e da Indiependente. Para encomendar: www.honeysound.bandcamp.com 
 
www.thepartisanseed.net
www.nadjagarden.wordpress.com
www.honeysound.com
www.nadacontece.tumblr.com
 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

http://7.fotos.web.sapo.io/i/o160563f6/20237361_JOHBA.jpeg

2017 » 11 FEVEREIRO / N 101 / TAIPAS
A preparar-se para regressar a estúdio para gravar um novo álbum, os Malcontent juntam-se aos La Resistance para um concerto no N101. Uma noite de rock, a celebrar.
  
www.facebook.com/malcontentofficial

www.facebook.com/EspacoAfreamunde 
https://www.facebook.com/laresistancerocks 
https://www.facebook.com/rockbarn101  
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

http://8.fotos.web.sapo.io/i/o71126272/20224324_ge7lz.jpeg

O mês de Fevereiro vai ser intenso para os Indignu, com várias apresentações ao vivo de "Ophelia".
9 Fevereiro - GrETUA, Aveiro
10 Fevereiro - Associação A9, Santarém
11 Fevereiro - Teatro Garcia de Resende, Évora
12 Fevereiro - Teatro O Nariz, Leiria
18 Fevereiro - Teatro Gil Vicente, Barcelos

  
www.facebook.com/indignu 
www.indignu.bandcamp.com 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Os Ratere na estrada com "POTA". Em Lisboa partilham palco com Daily Misconceptions e Rui Maia.
 "Se escutarmos bem esta espécie de bipolaridade dimensional, facilmente compreendemos a estrutura corpórea destes RATERE, as suas metamorfoses (de uma música para a outra e dentro da mesma música), as camuflagens de cor (aquele pós-rock que afinal é indie-rock-instrumental, e por aí fora) e, principalmente, a fórmula que usam para o movimento (absorvendo um mar sonoro de electricidades e expelindo-o com toda a força)."

Próximas datas:
- 28 Janeiro / Cave Avenida - Viana do Castelo
- 10 Fevereiro / República do Bota Abaixo - Coimbra
- 11 Fevereiro / Damas - Lisboa 
 
www.ratere.bandcamp.com
www.facebook.com/ratere
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

http://6.fotos.web.sapo.io/i/o8b12a200/20195804_GZjJG.jpeg

Estando actualmente a gravar um novo disco e ainda a rodar o seu "Guarda-Rios", Afonso Dorido aka Homem Em Catarse faz um intervalo para tocar com Indignu e vai a Viana do Castelo ao novo espaço Cave Avenida.

 
www.homememcatarse.bandcamp.com
www.facebook.com/homememcatarse 

www.facebook.com/caveavenida
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Os Indignu apresentam ao vivo "Ophelia".
"Em plena noite de bruxas, nasceu Ophelia. Veio ensanguentada, parecendo que antes de nascer já teria passado por todos os tumultos de outro mundo, mas é enigmático o aroma a alfazema que traz. Foi um parto duro, difícil, sofrido… Foram muitas as barreiras, é certo e ainda ninguém sabe como foi possível tanta perseverança, sacrífico e paciência. Talvez seja o que aconteça quando se dá tudo o que se tem e se inventa o que parecia não existir. Nasceu o terceiro filho de indignu [lat.] e a alegria é redobrada e amplificada a cada rotação do vinil. Ophelia é uma mulher com duas faces, dois rostos, dois carácteres. Bipolar em todos os sentidos, recusa comparações com o disco anterior. Ophelia é como que se de um lado “A/Norte/Este”fosse delicada, planante, emocional, impregnada de cenários sensoriais, clássicos, contemplativos. E do outro lado “B/Sul/Oeste”, agitada, desconcertante, negra, numa viagem sofrida e excêntrica." - PR
 
27 de Janeiro / Teatro Diogo Bernardes / Ponte de Lima
09 de Fevereiro / Gretua / Aveiro


www.facebook.com/indignu
www.indignu.bandcamp.com

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

http://2.fotos.web.sapo.io/i/oe207f71c/20167632_rI7w4.jpeg

Madrasta apresentam "Matiné" no Porto.
"Madrasta é a banda de Hélio Rafael Soares (guitarra), Manuel Molarinho (baixo) e Paulo Santos (bateria) onde o rock serve de base exploratória para paisagens cinematográficas e histórias sem voz. Gostam de ensaiar de dia e de criar descomprometidamente. Gostam pouco de falar sobre a música que fazem. Começaram a tocar juntos em 2013. Matiné é o primeiro álbum da banda. Foi gravado, misturado e masterizado por Paulo Oliveira e produzido por este pela banda em vários locais. A capa teve design de Adriana Santos a partir de fotos de Hélder Tavares. Editado no dia 31 de Outubro com selo da Honeysound, disponível online e numa edição física limitada."

www.bandamadrasta.bandcamp.com
www.facebook.com/bandamadrasta 
www.honeysound.com
ww.passosmanuel.net

Autoria e outros dados (tags, etc)

http://9.fotos.web.sapo.io/i/o57015812/20018444_HUrtK.jpeg

Indignu na estrada.
"Dia 7 de Janeiro de 2017 e chega a tão ansiada apresentação de Ophelia - novo disco de indignu [lat.], em Lisboa.
Três anos depois da ópera-rock, Odyssea, aclamado disco-livro que a Time Out Porto classificou como “obra de arte”, o colectivo post-rock Barcelense está de regresso aos discos. Ophelia, a nova viagem, em breve disponível em edição vinil de capa dupla, teve o seu primeiro avanço no Festival Bons Sons, em Agosto passado e e primeira apresentação oficial no Hard Club no Porto, no qual tanto a banda como o público referem como concerto memorável.
Com o trabalho anterior, indignu [do latim] marcou passagem de norte a sul do país, mas também por Espanha, França e Bélgica, onde deixou marca no Dunk!Festival, o maior festival post-rock da Europa.
Mar do Norte, o single e avanço do disco, foi apresentado em videoclipe, gravado entre as encostas do mediterrâneo e o Cairo, no Egipto, e teve destaque na galeria videoclip.pt do p3 do Público em Setembro passado.
Ophelia levanta o véu para a temática da bipolaridade humana, lembrando ao mesmo tempo que as maiores e mais desconcertantes viagens ocorrem, na maior parte das vezes, dentro de nós.
Ophelia é uma mulher como que bipolar. Que transporta no peito dois mundos, dois hemisférios no seu cérebro, inderdependentes, mutuamente inclusivos. Quase que se de uma lado “A/Norte/Este”fosse delicada, planante, emocional, fazendo o ouvinte viajar para cenários sensoriais, clássicos, contemplativos. E do outro lado “B/Sul/Oeste” fosse agitada, desconcertante negra, transportando para uma viagem sofrida e excêntrica.
Gravado nos meses de Agosto de 2015 e Fevereiro e Março de 2016, Ophelia foi produzido por Paulo Miranda, conhecido podutor e responsável por trabalhos de The Legendary Tiger Man, peixe : avião, Old Jerusalem, entre outros, no Amp Studios, em Viana do Castelo, e masterizado por Miguel Marques, nos Estúdios Sá da Bandeira, Porto, que masterizou também discos de Capitão Fausto, Keep Razors Sharp, Glockenwise e Filho da Mãe.
indignu [lat.] é uma formação de Afonso Dorido (guitarra e baixo), Graça Carvalho (violino, metalofone e sintetizadores), Helena Silva (violino), Jimmy Moom ( guitarra, baixo e metalofone), Mateus Nogueira (baixo, guitarra, piano) e Paulo Miranda (bateria).
" - PR

Dia 7 de Janeiro ao vivo no MusicBox
Ver mais - evento no facebook

www.facebook.com/indignu
www.indignu.bandcamp.com
www.honeysound.com
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

http://1.fotos.web.sapo.io/i/o600213da/20128392_BH7bR.jpeg

E porque está aí o Natal, o Clube Souto traz mais um concerto em forma de presente antecipado. Mr. Gallini é nada mais nada menos que Bruno Monteiro, baterista do quarteto rock and roll luso Stone Dead. Este projecto a solo pretende ser descrito como calmaria idílica PSYCH HARMONIOSO à beira mar, em contraste com o acelerado dia a dia de quem não quer ceder a crescer e deixar para trás o charme, a inocência e a criatividade quasi-infantil que tantos de nós perdem com o passar dos anos. A entrada é livre.
 
www.soutorock.com 
www.acrroriz.com

www.facebook.com/mrgallini
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

http://8.fotos.web.sapo.io/i/o0a078b54/20120369_oGeII.jpeg

Antes do final do ano e em vias de iniciar gravações para um novo álbum, Filipe Miranda dá um concerto no café da Casa da Música na pele de The Partisan Seed. Entrada livre!

+Info: Agenda / Casa da Música
 
www.thepartisanseed.net
www.facebook.com/thepartisanseed
www.casadamusica.com
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

http://4.fotos.web.sapo.io/i/o0e126e55/20084076_K7dsU.jpeg

// GOBI BEAR
Atlantic Sessions #02
-----------------------------------------
Savanna Caffé / 10 dez. / 23h
entrada livre
-----------------------------------------

// Depois de 6 discos lançados entre 2011 e 2014, o Urso hibernou. Acorda agora com 5 temas novos que anunciam o esperado segundo longa-duração, que chegará em 2017. Estas cinco músicas representam o seu primeiro disco homónimo. A sua cara. E fazem-no tão bem... Ouve-se a escrita madura, a guitarra bucólica, a voz meiga e os arranjos íntimos que reflectem a experiência deste músico de 25 anos. O longa-duração não podia chegar mais cedo.

Facebook [http://www.facebook.com/gobibear/]
Bandcamp [http://gobibear.bandcamp.com/]
Youtube [http://www.youtube.com/user/gobibearmusic]
Planalto Records [http://www.facebook.com/planaltorecords]

 
// organização & apoios
   NICE / Casa del Sol / Savanna Caffe / Honeysound

Autoria e outros dados (tags, etc)

http://8.fotos.web.sapo.io/i/o89011388/20054534_oE68m.jpeg

MOSTEIRO DE ARNOSO / STA. EULÁLIA
18 NOVEMBRO 2016
// 21h30 . entrada gratuita

FAT FREDDY
A cooperativa criativa Fat Freddy nasceu em 1998 com Pedro Guedes e Xinas Leite que decidem desenvolver uma banda que tem na criatividade a base de todo um longo e frutuoso percurso discográfico e de estrada.
3 Álbuns e 1000 concertos depois, contam com o violoncelista Ricardo Januário na criação de ambientes enigmáticos, mas simultaneamente realistas. A pulsão rítmica do baixo e violoncelo dão coração a todo o conjunto, que é colorido pela guitarra, teclados e demais electrónica por cenários que têm tanto de real, como de negritude! Com 18 anos de percurso, a matriz rock que sempre caracterizou os Fat Freddy mantém-se, tal como toda a vertente exploratória e experimentalista. Bem-vindos ao mundo Fat Freddy!

 
www.facebook.com/fatfreddy.pt
www.binnar.org
www.facebook.com/binnar.org
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

http://0.fotos.web.sapo.io/i/oe50155a1/20025268_ZAwe9.jpeg

Depois de mais um Souto Rock, o Club Souto está de volta com mais um ciclo de concertos para aquecer os meses mais frios. Os Portuenses Baleia Baleia Baleia farão as honras da casa.
 
www.soutorock.com
www.acrroriz.com

www.facebook.com/Baleiax3
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

http://1.fotos.web.sapo.io/i/o5c122c4c/20018446_GaZo4.jpeg

Os Madrasta dão esta semana dois concertos de apresentação do álbum 'Matiné'.
- 4 Nov. / 22h / Festival BINNAR - Famalicão
- 6 Nov. / 17h /  Auditório da ACR - Vale de Cambra
 
www.facebook.com/bandamadrasta
www.bandamadrasta.bandcamp.com
www.binnar.org
www.facebook.com/ACRValeDeCambra
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

http://9.fotos.web.sapo.io/i/o57015812/20018444_HUrtK.jpeg

O novo disco de Indignu, disponível já em vinil.
"Em plena noite de bruxas, nasceu Ophelia. Veio ensanguentada, parecendo que antes de nascer já teria passado por todos os tumultos de outro mundo, mas é enigmático o aroma a alfazema que traz. Foi um parto duro, difícil, sofrido… Foram muitas as barreiras, é certo e ainda ninguém sabe como foi possível tanta perseverança, sacrífico e paciência. Talvez seja o que aconteça quando se dá tudo o que se tem e se inventa o que parecia não existir. Nasceu o terceiro filho de indignu [lat.] e a alegria é redobrada e amplificada a cada rotação do vinil. Ophelia é uma mulher com duas faces, dois rostos, dois carácteres. Bipolar em todos os sentidos, recusa comparações com o disco anterior. Ophelia é como que se de um lado “A/Norte/Este”fosse delicada, planante, emocional, impregnada de cenários sensoriais, clássicos, contemplativos. E do outro lado “B/Sul/Oeste”, agitada, desconcertante, negra, numa viagem sofrida e excêntrica." - PR
 
Dia 2 de Dezembro ao vivo no Hard Club
Ver mais - evento no facebook
 
www.facebook.com/indignu
www.indignu.bandcamp.com
www.honeysound.com

Autoria e outros dados (tags, etc)

http://7.fotos.web.sapo.io/i/o7012c4aa/20013179_gftai.jpeg


Madrasta é a banda de Hélio Rafael Soares (guitarra), Manuel Molarinho (baixo) e Paulo Santos (bateria) onde o rock serve de base exploratória para paisagens cinematográficas e histórias sem voz. Gostam de ensaiar de dia e de criar descomprometidamente. Gostam pouco de falar sobre a música que fazem. Começaram a tocar juntos em 2013.

Matiné é o primeiro álbum da banda. Foi gravado, misturado e masterizado por Paulo Oliveira e produzido por este e pela banda em vários locais. A capa teve design de Adriana Santos a partir de fotos de Hélder Tavares.

Editado no dia 31 de Outubro com selo da Honeysound, disponível online e numa edição física limitada.
 
www.bandamadrasta.bandcamp.com
www.facebook.com/bandamadrasta
www.honeysound.com
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Vídeo para o tema Pr'a Aprender do novo EP "Antas".
Realização: João Freitas

www.facebook.com/musicamalapata
www.bandcamp.commalapatamusica
www.honeysound.com
 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

http://0.fotos.web.sapo.io/i/o4412bc71/19939838_FWfC0.jpeg

O primeiro EP de Malapata, "Antas".

"Antas - aldeia à beira mar no norte do país e ponto de reunião inspiracional para Tiago Ferreira e José Pedro Vinagre - é o nome do primeiro registo dos Malapata. E é daí que partem, certamente em imaginados corcéis, para uma viagem sem termo pelos caminhos do amor, do ócio e da frustração. A trote ou a galope, a toada é suave e respirada, tanto quanto é decidida: a ideia é não voltar atrás. Numa referência a Midnight Cowboy de John Schlesinger, a capa do EP mostra os dois cúmplices a caminhar, como Joe e Ratso, em direcção ao que já não querem ser, aceitando que do outro lado está só a próxima lição.
São 5 canções assertivas, nascidas da guitarra e recortadas pelo embalo dos dias, que evocam dramas maiores em subtextos feitos de tarolas cavalgantes, tímpanos gloriosos, slide guitar tocado nos degraus da autocaravana estacionada na orla de um deserto de emoções ou declarações de interesse como a que encontramos no refrão de Mágoa das pedras: “quem te há- de salvar do que tinhas de melhor (…), quanto mais fácil for o dia, mais rancor ficou”. Em Antas há sol e brisa como há chuva e tempestade, contados com cinismo e delicadeza, como se vivessem presos dentro de uma história de embalar ou de uma melodia de Harry Nilsson". - por André Simão Reis
 
Download/streaming
www.malapatamusica.bandcamp.com

www.facebook.com/musicamapata
www.honeysound.com
 

Autoria e outros dados (tags, etc)